Buddha Eden


Bacalhôa Buddha Eden

Com cerca de 35 hectares, o jardim foi criado em protesto contra destruição dos Budas Gigantes de Bamyan, naquele que foi um dos maiores actos de barbárie cultural, apagando da memória obras-primas do período tardio da Arte de Gandhara.

Entre budas, pagodes, estátuas de terracota e várias esculturas cuidadosamente colocadas entre a vegetação, estima-se que foram usadas mais de 6 mil toneladas de mármore e granito para edificar esta obra monumental. A escadaria central é o ponto focal do jardim, onde os Buddha dourados dão calmamente as boas-vindas aos visitantes.

No lago central é possível observar os peixes KOI, e dragões esculpidos que se erguem da água. Terá ainda a oportunidade de observar os cerca de 600 soldados de terracota pintados à mão, cada um deles único, encontrando-se alguns enterrados, tal como há 2.200 anos.

O jardim de Escultura Moderna e Contemporânea proporciona um espaço tranquilo na natureza para apreciar arte moderna. Peças seleccionadas da Coleção Berardo, como por exemplo de Joana Vasconcelos, Alexander Calder, Fernando Botero, Tony Cragg, Lynn Chadwick, Allen Jones e muitos outros, encontram-se dispostas no jardim rodeadas de plantas diversas. Esta galeria em espaço aberto possui obras que são regularmente substituídas, proporcionando ao visitante experiências novas e interessantes, em cada visita.

Visitas ao Jardim

Jardim, loja e restaurante abertos todos os dias excepto dia 1 de Janeiro e 25 de Dezembro.

Horário

09.00 às 19.00

Ingressos

Jardim – 5€ (IVA incl.)

Comboio – 4€ (IVA incl.)

Marcação de visita necessária apenas para grupos superiores a 100 pessoas.

Entrada livre

Crianças até aos 12 anos inclusive.

 

https://www.bacalhoa.pt/pub/media/wysiwyg/mapa-loridos-final10-co_pia.jpg